Rastreio mama

/Rastreio mama

O cancro da mama é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres, correspondendo à segunda causa de morte por cancro na mulher.

Em Portugal, são detectados anualmente cerca de 6.000 novos casos de cancro da mama, sendo que 1.500 mulheres morrem todos os anos desta doença.

O diagnóstico precoce do cancro da mama, antes de surgirem quaisquer sinais ou sintomas, é fundamental, na medida em que o mesmo aumenta a probabilidade do tratamento ser mais eficaz e, em consequência, possibilita um melhor prognóstico da doença. Para além de diminuir a mortalidade, o diagnóstico precoce poderá nalguns casos evitar cirurgias mutilantes como a mastectomia radical e o uso de quimioterapia.

Medidas de detecção precoce do cancro da mama:

Mamografia – Em mulheres com baixo risco de cancro da mama, o rastreio com mamografia deve ser iniciado entre os 40-50 anos.

Contudo, não existe consenso quanto à idade recomendada para início ou fim do rastreio, nem quanto à periocidade do mesmo.

Estão publicadas diferentes recomendações por inúmeras sociedades internacionais.

Em Portugal, a norma nº 051/2011 de 27/12/2011 da Direcção Geral da Saúde estabelece que:

  • Mulheres < 50 anos sem risco aumentado de cancro da mama: mamografia de rastreio não está indicada
  • Mulheres entre 50-69 anos: mamografia de rastreio está indicada a cada dois anos
  • Mulheres > 69 anos: mamografia de rastreio está indicada a cada dois ou três anos

As recomendações de outras sociedades a nível internacional estão sintetizadas na tabela seguinte:

Sociedade (data) Início do rastreio Final do rastreio Periodicidade do rastreio
US Preventive Services Task Force (2016) 50 anos 74 anos 2/2 anos
American Cancer Society (2015) 45 anos Até esperança média de vida > 10 anos 45-54 anos: anual

≥55 anos: 2/2 anos

American College of Obstetricians and Gynecologists (2011) 40 anos 75 anos anual
Canadian Task Force on Preventive Health Care (2011) 50 anos 74 anos 2 a 3 anos
National Health Service, United Kingdom (2013) 47 anos 73 anos 3/3 anos
Royal Australian College of General Practitioners (2012) 50 anos 70 anos 2/2 anos
Organização Mundial de Saúde (2014) 50 anos 69 anos 2/2 anos

 

Exame clínico da mama – efectuado anualmente pelo seu médico assistente.

 

Referências Bibliográficas:

Screening for breast cancer: Strategies and recommendations 2017. www.uptodate.com

www.ligacontracancro.pt

Norma da Direcção Geral da Saúde nº 051/2011 de 27/12/2011 – Abordagem Imagiológica da Mama Feminina